Portugal recebe mais 210 refugiados afegãos

Portugal recebeu nesta terça-feira, 16 de novembro, mais 210 refugiados afegãos, segundo a agência “Lusa”. O país já tinha acolhido 266 cidadãos do Afeganistão desde que os talibãs tomaram o poder, a 15 de agosto. 

De acordo com o secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação português, Francisco André, um grande número de mulheres e crianças integrava o grupo de 210 refugiados que chegaram a Lisboa. 

Dos 476 refugiados afegãos acolhidos até ao momento, muitos são pessoas que colaboraram com as forças militares portuguesas, com as da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) ou com as das Nações Unidas no Afeganistão. Também alguns dos seus familiares já estão em território português. 

Francisco André acrescentou que o grupo integra pessoas consideradas “vulneráveis” ao regime talibã, entre os quais mulheres, mulheres jovens, ativistas dos direitos humanos, jornalistas, juízes, juristas e alguns familiares das jogadoras de futebol feminino afegãs que já se encontram em Portugal. 

“Com a chegada dos 266 refugiados afegãos fica quase concluído o compromisso que Portugal assumiu no quadro da resposta ao apelo internacional para receber refugiados oriundos do Afeganistão”, declarou, uma vez que o número de afegãos esperados “não ultrapassará as duas dezenas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin