Portugal: SEF já atribuiu 53.783 proteções temporárias a ucranianos

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Portugal já atribuiu, em oito meses de guerra, 53.783 proteções temporárias a cidadãos ucranianos e a estrangeiros que moravam na Ucrânia. 

Dos 53.783 cidadãos, 31.676 são mulheres e 22.107 são homens. Os dados são avançados nesta segunda-feira, 24 de outubro. 

No comunicado enviado à imprensa pode ler-se que os municípios com o maior número de proteções temporárias concedidas continuam a ser Lisboa (11.670), Cascais (3.281), Porto (2.671), Sintra (1.823) e Albufeira (1.314).

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…