Presidente de Portugal diz que ida a Kiev de líderes europeus é forma “máxima de solidariedade” 

Os primeiros-ministros da Eslovénia, Janez Jansa, da Polónia, Mateusz Morawiecki, e da República Checa, Pietr Fiala, chegaram à Ucrânia nesta terça-feira, 15 de março. 

Segundo o anúncio do porta-voz do Governo polaco, Piotr Müller, o destino dos três governantes é Kiev, capital ucraniana, para se encontrarem com o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e com o primeiro-ministro, Denys Shmyhal. 

Em reação a este acontecimento, o chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou à imprensa que a ida de três chefes de Governo europeus a Kiev é “o máximo da solidariedade possível” para com a Ucrânia. Isto porque, realçou, tal representa o “sentir da União Europeia”

“É um sinal visível de como a União Europeia acompanha de forma muito próxima o que se passa na Ucrânia, não há maneira mais próxima do que verdadeiramente ir lá em plena guerra – já tinha acontecido antes da guerra – estar lá para dizer ‘olhe que nós, apesar de todos os riscos que pode haver numa deslocação destas, estamos solidários’”, observou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Portugal: Empresas doam duas toneladas de medicamentos

Portugal: Empresas doam duas toneladas de medicamentos

A Associação Portuguesa de Importadores e Exportadores de Medicamentos (APIEM) divulgou nesta terça-feira, 15 de março, que as empresas de…
Brasil:  Homenagem ao Cristo Redentor

Brasil: Homenagem ao Cristo Redentor

O espetáculo “Encontro dos Cristos” (teaser), apresentado pela atriz Úrsula Corona e com a participação da cantora Fafá de Belém, percorrerá…
EUA pedem a Moçambique que apoie a Ucrânia

EUA pedem a Moçambique que apoie a Ucrânia

Moçambique tem preferido manter-se neutro em relação à guerra entre a Ucrânia e a Rússia. Alguns países, como o Brasil,…
Ucrânia: Kiev adota recolher obrigatório de 36 horas

Ucrânia: Kiev adota recolher obrigatório de 36 horas

O presidente da Câmara de Kiev, Vitali Klitschko, anunciou que vai haver recolher obrigatório de 36 horas na capital ucraniana a partir…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin