Rússia critica Portugal por enviar helicópteros de origem russa

A diplomacia russa criticou nesta quinta-feira, 20 de outubro, a decisão do Governo português de enviar para a Ucrânia seis helicópteros de combate a incêndios de origem russa. 

Para Moscovo, a ação de Portugal é uma “violação das suas obrigações contratuais”. Os helicópteros Kamov foram enviados para auxiliar o Governo ucraniano na luta contra a invasão russa, iniciada a 24 de fevereiro. 

“Pedimos aos nossos colegas (portugueses) de se inibirem de dar passos que possam desacreditar Portugal como um parceiro fiável”, avisou a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Maria Zakharova, na rede social Twitter. 

Foi neste mês de outubro que Portugal anunciou o envio para a Ucrânia dos seis helicópteros Kamov, que estavam sem licença para operar por serem de origem russa. Um deles estava inoperacional. 

“A pedido da Ucrânia e em articulação com o Ministério da Administração Interna, vamos disponibilizar à Ucrânia a nossa frota de helicópteros Kamov, que, em virtude do cenário atual, das sanções impostas à Rússia, deixámos de poder operar. Aliás, não têm os seus certificados de aeronavegabilidade e nem sequer poderemos repará-los”, explicou na altura a ministra da Defesa de Portugal, Helena Carreiras.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…