Lusofonia | Notícia

Revista de Imprensa Lusófona de 22 de setembro de 2017

“ONU oferece a Obiang ajuda para «promover reformas democráticas»”, é o título de destaque da página de notícias sobre a Guiné Equatorial “Asoguede 2ª etapa”.

O “Novo Jornal” em Angola destaca “Monte Belo volta a ser palco de intolerância política”, confrontos que têm acontecido entre militantes do MPLA e da UNITA.

“Sociedade civil avança com propostas para dar mais vida à agricultura” informa o jornal de Moçambique “O País”, que destaca também na primeira página “Maior indústria panificadora inaugurada em Matola”.

“O Globo”, no Brasil, faz manchete com o título “Funaro diz que Temer, Cunha e Alves desviaram verba da Caixa”. O “Destak” refere que ” Briga por aliados na Cârama afeta relação entre Temer e Maia”.

“Partido timorense mais votado quase ausente da liderança de comissões parlamentares” é o título do site de notícias sobre Timor-Leste “SapoNotícias”. Avança ainda que “Restantes membros do Governo timorense devem ser conhecidos na sexta-feira”.

O “Jornal Transparência” dá conta que “FMI reafirma apoio a São Tomé e Príncipe nas políticas económicas” e a edição onnline do jornal “O Parvo” informa que Primeiro Ministro recebe em audiência Associação “Mé Non”, Associação de Mulheres Santomenses em Portugal.

Em Portugal, o “Jornal de Notícias” dá conta que “Taxistas ameaçam parar hoje a cidade do Porto” e o “diário de Notícias” faz manchece com o título “Câmara de Lisboa falha promessa de apoio escolar”.

A “Rádio Jovem” da Guiné-Bissau destaca esta manhã que “Angola promete retomar cooperação com a Guiné-Bissau”, declarações do Embaixador de Angola no país, Daniel António Rosa. O portal “Guinendade” refere que “Guiné-Bissau foi impedida de votar por falta da pagamento [na 72ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque]”.

O portal do Governo de Cabo Verde informa esta manhã que “MCIC [Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas] quer alargar instituições da sua tutela por todas as ilhas”. “A Semana” dá conta do “Príncipe Alberto do Mónaco em Cabo Verde”, visita de dois dias que termina esta sexta-feira, e teve como objetivo verificar as questões ambientais do país, mais concretamente sobre os oceanos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo