Lusofonia | Notícia

Revista de Imprensa Lusófona de 25 de janeiro de 2017

Devido às fortes chuvas há zonas agrícolas totalmente inundadas no Zambeze, situação que leva o Governo moçambicano a afirmar que vai reforçar a monitorização destes locais para diminuir o impacto dos desastres naturais, conta o matutino “Notícias”. Também em destaque na capa, o alerta do Presidente da República Filipe Nyusi aos membros do Governo relativamente à situação do país. O Chefe de Estado recomendou que se procurem soluções para a segurança alimentar e a fome, pois acredita que solucionado este problema, muitos outros ficarão automaticamente resolvidos.

No Brasil, o drama das prisões continua, e desta vez atingiu a prisão de Bauru, em São Paulo, com a fuga de 152 presos que depois de incendiar a cadeira, lançaram o pânico nas ruas obrigando o comércio a fechar. Desses 152, foram capturados pelo menos 100, revela esta manhã o diário “Estão de São Paulo”. A nível internacional, referência ainda para o Governo peruano, que rescindiu contrato com a Odebrecht e aconselhou a entidade a “vender obras e deixar o país”.

O jornal on-line cabo-verdiano “A Semana” conta que Cabo Verde poderá voltar a acolher 400 cidadãos deportados com antecedentes criminais, depois do acordo assinado quarta-feira, 24 de janeiro, com os EUA. A nível nacional, destaque para a as Aldeias SOS de Cabo Verde, que atualmente acolhem centenas de crianças, e que deixarão de ter jardins infantis devido à diminuição dos apoios exteriores.

Na capa do jornal português “Jornal de Notícias” faz-se destaque das declarações do Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, eleito há um ano. O Presidente reencontrou-se com os nove candidatos que defrontou nas eleições Presidenciais de janeiro de 2016 e alertou para “impasses desnecessários” no país. O jornal sublinha também a vontade e do Governo português, de substituir as cantinas sociais para os mais carenciados, por distribuição de cabazes alimentares.

O Fundo Soberano de Angola confirmou um investimento de 180 milhões de dólares para a construção de um porto de águas profundas, é a manchete do “Jornal de Angola”. NA saúde, a Comissão para a Política Social do Conselho de Ministros analisou ontem um Plano de Resposta para o controlo da epidemia de cólera, cujos registos são mais altos no Município de Soyo, com 150 casos suspeitos e seis mortes, entre dezembro e janeiro.

A página oficial do Governo da Guiné Equatorial destaca o encontro entre o Chefe de Estado, Obiang Nguema Mbasogo, e o Presidente da República do Gana Wilson Seraphin Tete Nicaise, nesta quarta-feira 24 de janeiro, que teve como objetivo rever as relações bilaterais entre os dois países. Destaque também para o encontro do Diretor da Agência de Cooperação Internacional de Marrocos, Mohammed Methqal e o Embaixador equato-guineense em Marrocos, para rever o panorama da cooperação com Marrocos.

O site de notícias da Guiné-Bissau “Rádio Sol Mansi” destaca esta quarta-feira, que a Assembleia Nacional Popular responsabiliza o Presidente da República, José Mário Vaz e o Primeiro-ministro Umaro Cissoko pelo crime de violação das instalações da Assembleia.

O portal de notícias on-line “STP Digital” revela que o Orçamento de Estado para 2017 está fixado em mais de 64 mil milhões de dobras, sofrendo um decréscimo de 7% em relação a 2016. Na mesma sessão plenária, os deputados elegeram ainda o novo representante da Assembleia Nacional no Conselho de Estado, o deputado Idalécio Quaresma, que substitui Evaristo de Carvalho.

O ex-ministro dos Negócios Estrangeiros timorense, José Luís Guterres, confirmou quarta-feira que será candidato nas próximas eleições presidenciais de 20 de março em Timor-Leste, revela esta manhã o site “Sapo Notícias”. Referência ainda para a cooperação de Timor Leste com Portugal, com os Hospitais de Coimbra a colaborar na criação de um Centro Cardíaco em Timor-Leste, acordo assinado esta semana.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo