São Tomé e Príncipe: Governo apoia os deficientes

O Chefe do Governo de São Tomé e Príncipe, Jorge Bom Jesus, encontrou-se no dia 24 de novembro com os representantes da Associação dos Deficientes, e prometeu “apoiar, em questões de saúde e educação e na comemoração do dia Mundial dos deficientes”.

O encontro decorreu no palácio do Governo, na praça Yon Gato no Centro da capital do país, e no final o vice-presidente da Associação dos Deficientes, Arlindo Chissano disse a imprensa que o “Primeiro-Ministro mostrou-se sensível e total abertura, para apoiar os membros a superarem dificuldades nas áreas da saúde e educação e ajudar nos festejos do dia 3 de Dezembro”.

Arlindo Chissano disse ainda que “nós convidamos o Primeiro-Ministro a visitar a nossa sede para ver a situação péssima em que se encontra, agravada ainda com a presente época chuvosa”.  

“Falamos inclusive da nossa lei de base para ser promulgada”, disse Arlindo Chissando, acrescentando que “a nossa maior preocupação é a saúde e educação, nós temos deficientes que estão a estudar e com muitas dificuldades de deslocação para as suas respetivas escolas”.

Chissano finalizou dizendo que “no aspeto da saúde, temos preocupação porque temos deficientes acamados que nunca apanharam uma ampola de vacina”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin