São Tomé e Príncipe vai efetuar o primeiro furo de extração de petróleo, em 2022

Em Fevereiro de 2022, São Tomé e Príncipe vai avançar para o primeiro furo para extração de petróleo no país, nos blocos da Zona Económica Exclusiva de São Tomé e Príncipe.

A garantia foi dada pelo Primeiro Ministro Jorge Lopes Bom Jesus, numa conferência de imprensa, o balanço dos três anos do seu mandato que deu nota positiva ao seu Executivo.

“Obviamente que temos expectativas”, afirmou em resposta a uma pergunta de um jornalista, adiantando que caso essas expectativas se concretizem, certamente que será um ganho para o país. 

São Tomé e Príncipe experimenta múltiplos desafios, num contexto da pandemia do COVID-19, para o qual receitas de petróleo poderiam constituir um valor acrescentado para os cidadãos deste país africano. 

Recorde-se que a petrolífera anglo-holandesa, Shell, anunciou recentemente, assinatura de acordo com a companhia Valaris Drilling, o qual visa realizar furos no bloco seis da Zona Económica Exclusiva de São Tomé e Príncipe. 

A companhia Valaris Drilling, é especializada e a mais poderosa do mundo em termos de perfuração de blocos de petróleo em alta profundidade. 

Segundo o acordo, os trabalhos de perfuração do bloco seis no mar territorial de São Tomé e Príncipe, acontecem no último trimestre do ano 2021, ou seja, entre os meses de Setembro e Dezembro. 

Segundo a empresa Valaris Drilling, os furos serão realizados com a plataforma de perfuração DS-10, durante aproximadamente dois meses. 

Recorde-se que as acções da companhia Shell, na Zona Económica Exclusiva de São Tomé e Príncipe, iniciaram  após a aquisição, em Setembro do ano 2020, dos direitos de participação sobre os blocos seis,10, 11 e 13 que eram detidos pela empresa norte americana Kosmos Energy. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

O Plano Nacional de Habitação de Cabo Verde estima um investimento de 1.500 milhões de euros até 2030. De acordo com a estimativa do referido…
Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

O Governo angolano divulgou que o ananás, a banana, a batata-doce, a carne de cabrito, a mandioca e os ovos são os produtos que alcançaram a autossuficiência no país.  Isto…
Moçambique: Época chuvosa condiciona estradas e pontes na zona sul e centro do país

Moçambique: Época chuvosa condiciona estradas e pontes na zona sul e centro do país

A Administração Nacional de Estradas, ANE, IP. lançou dia 12 de janeiro alerta de que distrito de Phafuri, na Provincia…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin