São Tomé e Príncipe: Volta ao Estado de Calamidade

O Governo liderado pelo Primeiro Ministro Jorge bom Jesus, num comunicado à imprensa, enviado esta sexta-feira, decretou que o arquipélago São-Tomense volta, a partir deste sábado, 8 de dezembro, ao Estado de Calamidade.

Neste comunicado tornado público e para fazer face ao aumento, nas últimas semanas, de casos da Covid-19, sobretudo, por variante Ómicron, proíbem-se as discotecas e os conjuntos nos fundões.

O anúncio foi feito pelo Ministro da Presidência, Conselho de Ministros, Comunicação Social e Novas Tecnologias, Wuando Castro, que “considera a elevada taxa de contágio que esta variante Ómicron tem demostrado, o Governo decidiu prorrogar a Situação de Calamidade em STP até ao dia 31/01/2022 em todo o território Nacional, nos termos da Lei nº4/2016 – Lei de base da proteção civil e de bombeiros”.

O governo proíbe também a “realização de festivais musicais e de festas públicas, realização de piqueniques, festas, festivais e venda ambulante nas praias”.

No comunicado o governo diz que “no que toca às aulas presenciais, decidiu manter as escolas abertas, respeitando o uso obrigatório de máscaras e todas as medidas sanitárias gerais, em virtude da campanha de vacinação para os adolescentes dos 12 aos 17 anos, que começará no dia 17 de janeiro próximo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin