China Popular promete resultados “num futuro não muito distante”

O governo da República Popular da China reiterou que o objetivo de Pequim é apoiar o país na “criação do emprego, na melhoria da receita fiscal, tirar o povo da pobreza e realizar o desenvolvimento económico independente”.

A afirmação é do diretor para África do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, após uma audiência de duas horas com o chefe do governo, Patrice Trovoada.

Lin Songtion que chefia uma delegação de seis membros veio para delinear com as autoridades santomenses as potenciais áreas de cooperação. Turismo, agricultura, indústria marítima, construção de infraestruturas, desenvolvimento do capital humano e segurança foram identificados como setores prioritários.

O diplomata chinês prometeu ainda para São Tomé e Príncipe um futuro “bem diferente” dentro de três a cinco anos, porque vai “crescer sem a dependência externa”.

Pequim está igualmente interessado em provar que a decisão do primeiro-ministro santomense em reatar as relações com a China Popular foi “correta e corresponde aos interesses do povo”. Uma decisão política e estratégica importante, de “grande visão, cujos resultados serão visíveis num futuro não muito distante”, sublinhou.

Segundo Songtion, as duas partes concordaram consensualmente em “valorizar e assegurar o rumo atual da amizade entre os dois países, para construir as bases de confiança política mútua e de amizade”.

O diretor para África do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês e a delegação que o acompanha foram também recebidos pelo presidente da Assembleia Nacional, Manuel da Graça Diogo, e pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Urbino Botelho.

A delegação chinesa deixa o país esta terça-feira.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Dia Mundial do Teatro celebrado no Rossio e online

Dia Mundial do Teatro celebrado no Rossio e online

Este ano, o Teatro Nacional D. Maria II celebra o Dia Mundial do Teatro no Rossio, mas também noutras zonas…
Líderes dos EUA e da China conversam sobre guerra

Líderes dos EUA e da China conversam sobre guerra

Os Presidentes dos Estados Unidos da América (EUA), Joe Biden, e da China, Xi Jinping, iniciaram uma conversa telefónica nesta…
Moçambique: Polícia anúncia morte                    de 10 terroristas na Ilha Matemo, em Cabo Delgado

Moçambique: Polícia anúncia morte  de 10 terroristas na Ilha Matemo, em Cabo Delgado

A Polícia da República de Moçambique, em Cabo Delgado, anunciou na passada quinta-feira, em Pemba, a morte de 10 supostos terroristas, que desde a madrugada de quarta-feira invadiram a ilha Matemo, no arquipélago das Quirimbas.O Porta-voz da PRM em Cabo Delgado, Ernesto Madungue, disse que, as Forças de Defesa e Segurança, ainda trabalham para tirar de acção, outros elementos terroristas, que alegadamente estão misturados com a população.O Porta-voz da corporação em Pemba, não esclareceu, como as FDS estão a trabalhar, para não pôr em causa ou mesmo confundir os…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin