STP: Campanha para eleições de 25 de setembro já arrancou

A campanha eleitoral para as eleições legislativas, autárquicas e regionais iniciou no passado sábado, 1 de setembro. Agora as 11 forças políticas têm 15 dias para convencer os cerca de 123 mil cidadãos que são chamados a votar a 25 de setembro.

No dia do arranque da campanha, no sábado, o partido MLSTP-PSD de Jorge Bom Jesus que lidera a governação no País, escolheu o distrito de Lobada, onde deu o pontapé de saída a esta operação de “namoro” ao eleitorado, para lhe conferir mais quatro anos no poder, tal como pediu o líder Bom Jesus com slogan “Bamu Kêlê” (vamos acreditar).

Já o partido da oposição, ADI, escolheu o distrito de Cauê, onde deu início à sua campanha com finalidade de regressar ao poder, tal com tem assegurado o seu líder Patrice Trovoada, que tem apelado a uma maioria absoluta com o slogan “estamos prontos”.

Em termos boletim de voto, o ADI liderado por Patrice Trovoada está no 1º lugar, o BASTA de Salvador Ramos figura-se no segundo, em 3º encontra-se UDD de Carlos Neves, MCIPS-PUN de António Monteiro está na 4ª posição, Partido Verde de Elsa Garrido está na 5ª posição, o PTOS de Victor Rosário figura-se na 6ª posição, CID-STP de Nelson Carvalho está na 7ª posição, MLSTP/PSD de Jorge Bom Jesus está figurado no 8º lugar, MUDA de Emery D’Alva está na 9º posição, Partido Novo de Abílio Santos está na 10 posição e MDFM-UL de Miguel Gomes no 11º quadradinho.

Nas legislativas de 25 de setembro, está também em disputa a eleição de 55 deputados ao Parlamento, incluindo dois que pela primeira vez serão eleitos pelos círculos eleitorais da Europa e de África.

A ADI foi o partido mais votado nas eleições de 2018, elegendo 25 deputados, seguida pelo MLSTP/PSD, que conseguiu 23 assentos, a Coligação PCD-MDFM-UDD, 5 e MCI/PS dois deputados. MLSTP e a coligação PCD-UDD-MDFM formaram a chamada ‘nova maioria’ e constituíram governo, liderado por Jorge Bom Jesus.

No dia 25, também o governo regional do Príncipe vai a votos, concorrendo dois movimentos, nomeadamente UMPP de Filipe Nascimento, e o Movimento Verde do Príncipe/MLSTP/PSD, de Nestor Umbelina.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Crise no MADEM pode levar à criação de partido da facção de Sissoco Embaló

Guiné-Bissau: Crise no MADEM pode levar à criação de partido da facção de Sissoco Embaló

A crise política no país é latente desde dissolução da Assembleia Nacional Popular (ANP) em Dezembro, mas está a afectar…
"O nosso planeta está à beira do precipício” alerta António Guterres na Assembleia das Nações Unidas para o Ambiente

"O nosso planeta está à beira do precipício” alerta António Guterres na Assembleia das Nações Unidas para o Ambiente

O secretário-geral da ONU, António Guterres, voltou a reforçar o alerta que o planeta está “à beira do abismo” devido…
Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

O Governo japonês disponibilizou cerca de 170 mil dólares a Moçambique para a aquisição de cinco viaturas destinadas ao Serviço…
Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

A vice-governadora provincial para o setor Político, Social e Económico de Benguela, Lídia Amaro, afirmou que 593 ex-militares foram reintegrados…