Diplomacia | Lusofonia | Notícias | São Tomé e Príncipe

STP corta relações diplomáticas com Taiwan

O Governo de São Tomé e Príncipe anunciou o corte de relações diplomáticas com Taiwan, uma relação que era mantida desde 1997, ano em que o estado africano se afastou oficialmente da República Popular da China.

O Ministério das relações Externas chinês já manifestou em comunicado oficial a sua satisfação com a decisão são tomense de aceitar o “caminho correcto da política China Única”. No entanto, o comunicado não especifica se irão ser retomadas as relações diplomáticas entre os dois país.

Taiwan já lamentou a decisão do Governo, considerando a decisão de corte de relações diplomáticas como “abrupta”. O Ministro dos Negócios Estrangeiros de Taiwan, David Lee, referiu que São Tomé estava a pedir um “aumento astronómico” da ajuda financeira, e acusou ainda o país africano de usar os laços diplomáticos para obter mais fundos de cooperação junto da China.

Espera-se que o Primeiro Ministro de São Tomé e Príncipe, Patrice Trovoada, explique hoje as razões para esta decisão, em conferência de imprensa.

Com a decisão de São Tomé, apenas 21 países no mundo reconhecem oficialmente Taiwan, dos quais apenas o Burkina Faso e a Swazilândia em África. Em 2013, a Gâmbia tinha já tomado a mesma decisão de São Tomé de se afastar de Taiwan e retomar relações com a China.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo