São Tomé e Príncipe

STP: Danilson Coutú candidato à Presidência do PCD

Danilson Cotú, deputado e líder parlamentar da bancada da coligação, PCD-MDFM-UDD, é o único candidato a liderança do Partido de Convergência Democrática, PCD.

A apresentação da Candidatura foi feita na última quinta-feira, numa das salas do palácio dos congressos no centro da cidade e pretende reerguer o PCD para o lugar de destaque na vida política nacional.

Danilson Coutú definiu a sua candidatura num casamento entre a experiência da antiguidade e a ousadia dos mais novos, uma maior aposta na juventude bem como a promoção de igualdade e oportunidade da mulher entre outras estratégias e politicas visando o relançamento do partido.

No seu discurso de apresentação Coutú disse que “ um dos elementos que fez chamar em mim a responsabilidade de concorrer a presidência do PCD é o facto de entender e estar certo que PCD é o partido com maior responsabilidade politica, social, maior responsabilidade para o desenvolvimento deste País”.

Formado em sociologia no Brasil, docente nas universidades de São Tomé, Danilson Coutú, além de funções de deputado, foi também ministro da Juventude e desporto de São Tomé e Príncipe entre outros cargos públicos.

Por intermédio de um pacto com os partidos MDFM e UDD, o PCD está actualmente no poder incorporado na Coligação PCD-MDFM-UDD, com 5 dos 55 assentos parlamentares são-tomenses, através de um acordo de incidência parlamentar com MLSTP-PSD que dispõe de 23 assentos.

O maior resultado eleitoral de sempre do PCD foi em 1991 quando conseguiu eleger 33 dos 55 deputados que compõem o Parlamento São-tomense.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo