STP: Delfim Neves apresenta o projeto de sociedade

Delfim Santiago das Neves, tornou público na passada sexta-feira, 4 de Junho, o seu projeto de sociedade para as eleições presidenciais de 18 de Julho próximo.

O atual Presidente do Parlamento de São Tomé e Príncipe oficializou a sua vontade de assumir a Presidência do país num evento que decorreu no Museu Nacional no centro da capital, cujo lema é “O Futuro Começa Agora”.

No seu discurso de apresentação Delfim Neves prometeu lutar contra ódio e corrupção e promover a coesão nacional, prometendo igualmente uma boa governação rumo ao desenvolvimento do País.

O político afirmou ainda que “a minha tarefa ao ascender ao cargo de Presidente da República será contribuir para despertar, motivar e incentivar os espirito de cidadania em cada um dos são-tomenses para que juntos, possamos empenhar-nos em mudar a situação em que hoje vivemos”.

O pré-candidato disse que “afigura-se indispensável, incentivar a boa governação, a gestão eficiente e eficaz da coisa pública, a transparência e a prestação de contas, exortando o governo a tratar as questões sociais, económicas, financeiras de forma focada, direcionada, prioritária e assertiva”.

Delfim Neves referiu também que acredita “profundamente na promoção da coesão nacional, como condições indispensável para construirmos os consensos necessários sobre as grandes questões que a todos dizem respeito, na base de um diálogo inclusivo, que propiciará a partilha duma visão do País que todos desejamos”

Tendo declarado que “contribuirei para fazermos face a degradação de valores morais e sociais que grassa pela nossa sociedade”, Delfim Neves salientou ainda que “protegerei e estarei ao lado daqueles que decidem vencer o medo para tomar um compromisso com a pátria e pelo bem comum”.

Além de assegurar que “promoverei o rigor, a disciplina e a ordem pública para resgatar o respeito e dignidade da mulher e do homem são-tomense”, o pré-candidato às presidenciais de 18 de Julho disse que “promoverei um maior envolvimento e inclusão da nossa diáspora no desenvolvimento do País”

“Avancemos, pois, com destemor, trabalho, perseverança e afinco para vencermos as ameaças que nos angustiam e para transformarmos os actuais perigos em nono cabos de boa esperança rumo aos desenvolvimentos sustentável em São Tomé e Príncipe”, disse Delfim Neves.

Neves reconheceu que “não existem milagres nem soluções mágicas, em tempo recorde, mas, todavia, nada é impossível quando há vontade, visão estratégica e convicção”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

O chefe de Estado da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, considerou “inaceitável” que houvesse rumores de guineenses barrados à entrada dos aeroportos em Cabo Verde, país onde se…
Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Dirigentes políticos timorenses defenderam nesta sexta-feira, 09 de julho, que a vice-primeira-ministra, Armanda Berta dos Santos, deveria demitir-se por motivos de “ética política”.  A…
Guiné Equatorial: Governo debate crise do setor agropecuário

Guiné Equatorial: Governo debate crise do setor agropecuário

O Vice-Presidente da República da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang Mangue, instruiu o Ministério da Agricultura, Florestas e Meio Ambiente para que apresentasse urgentemente um plano…
Revista de Imprensa Lusófona de 09 de julho de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 09 de julho de 2021

A “Carta de Moçambique” noticia que o “Preço de travessia Palma-Pemba sobe em mais de 60%”. De acordo com “O País”,…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin