STP: Engrácio da Graça é o novo rosto das Finanças

Engrácio da Graça, antigo diretor dos impostos é nomeado como novo Ministro de Planeamento, Finanças e Economia Azul de São Tomé e Príncipe, em substituição do demissionário Osvaldo Vaz.

O economista de formação foi nomeado através de um decreto Presidencial, assinado por Carlos Vila Nova, que diz que “é o Senhor Engrácio do Sacramento Soares da Graça, nomeado para exercer as funções de ministro do Planeamento, Finanças e Economia Azul”.

Cabe a Engrácio da Graça a elaboração e defesa do Orçamento Geral do Estado de 2022 e a reformulação e analise sobre a proposta de lei de reajuste salarial da Função Pública, para sua reintrodução na Assembleia Nacional, depois da sua retirada há pouco mais de 24 horas para os últimos acertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação lança Programa DELPAZ em Manica

Moçambique: Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação lança Programa DELPAZ em Manica

Foi lançado hoje 14 de outubro, em Manica no distrito de Gomdola, o Programa de Desenvolvimento Económico Local para a…
Timor-Leste e Embaixada de Portugal realizam 6.ª edição de jornadas pedagógicas

Timor-Leste e Embaixada de Portugal realizam 6.ª edição de jornadas pedagógicas

O Centro de Língua Portuguesa da Universidade Nacional Timor-Lorosa’e (UNTL) está a realizar, em parceira com a Embaixada de Portugal em…
Cabo Verde: Veiga quer juntar forças políticas e sociedade civil

Cabo Verde: Veiga quer juntar forças políticas e sociedade civil

O candidato presidencial Carlos Veiga informou que quer unir forças políticas e a sociedade civil na busca de um consenso para a regionalização de Cabo Verde.…
Brasil: Mais de metade dos brasileiros têm falta de alimentos e aumentou o número de favelados

Brasil: Mais de metade dos brasileiros têm falta de alimentos e aumentou o número de favelados

Num estudo a Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional apontou que mais da metade (55%)…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin