STP: Evaristo Carvalho presidiu aos festejos de 12 de julho

O Evaristo Carvalho fez esta segunda-feira, no anfiteatro do Palácio dos Congressos, o seu discurso do 46º aniversário da Independência Nacional, e disse que “para a maioria dos são-tomenses esta data trata-se de mais um ano de esperança num futuro melhor”.

O Chefe de Estado de São Tomé e Príncipe considera que a comemoração da data este ano é “para a maioria dos são-tomenses, mais um ano de realizações, para outros, e talvez a maioria, mais um ano de frustrações e desilusão, mas provavelmente para todos, mais um ano de esperança num futuro melhor”.

Evaristo Carvalho disse ainda no seu discurso que “o sonho que conduziu ao 12 de julho de 1975, foi a restauração da dignidade do povo são-tomense e a construção de uma pátria renovada, onde todos os são-tomenses, homens, mulheres e crianças, se sentissem realizados”.

“País nenhum se desenvolve, tendo a sociedade mergulhada numa crise de valores tão profunda. O resgate desses três valores fundamentais, e de todos os outros, torna-se numa tarefa urgente e transversal a toda a sociedade”, salientou.

Durante a cerimónia, o Chefe de Estado recebeu das mãos do Primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus, o diploma de mérito pelos seus feitos durante os cinco anos que esteve no poder. Evaristo Carvalho, que termina este ano o seu mandato, considera que durante a sua governação primou pela busca de entendimento nacional.

“Tenho a plena consciência de que fiz o que foi necessário fazer, em prol da estabilidade”, afirmou Carvalho, para depois acrescentar que “os múltiplos problemas do País não se compadecem com situações de instabilidade politico-governativa”.

Evaristo Carvalho, sonha em ter um sucessor dinâmico, de boa vontade e que faça “mais e melhor, a bem da Nação São-tomense”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin