São Tomé e Príncipe

STP: Governo prolonga situação de alerta por mais 30 dias

O Governo de São Tomé e Príncipe liderado pelo primeiro-ministro Jorge Bom Jesus, prorrogou esta sexta-feira por mais 30 dias a situação de alerta no país.

A decisão saiu do 85ª Sessão Ordinária do Conselho de Ministros, realizada esta quinta-feira onde foi feita a apresentação da situação epidemiológica e analisada a evolução da pandemia do corona vírus no País.

No comunicado lido pelo ministro da Presidência, Conselho de Ministros, Comunicação Social e Novas Tecnologias, Wuando Castro, disse que convém deixar bem claro que o facto de estar a manter o nível de prevenção, não quer necessariamente dizer que o coronavírus deixou de existir em São Tomé e Príncipe”.

Wando Castro disse que “ainda tem havido casos positivos e pequenos focos de contágio que estão a ser acompanhados pelas equipas de vigilância do Ministério da Saúde”.

O Governo vai continuar a acompanhar diariamente a evolução da situação e caso poderá, voltará a decretar a subida do nível de prevenção a qualquer momento.

Algumas medidas sanitárias mantêm, como uso obrigatório de máscaras apenas nos espaços fechados, recintos escolares e nas viaturas públicas e privadas.

Nesta medidas destaca-se também as restrições ao nível do funcionamento do comércio geral, dos restaurantes, cafés, padarias e pastelarias mantém-se.

As restrições ao nível do funcionamento dos mercados e da realização de cultos religiosos também se mantêm, ou seja, qualquer atividade a ser realizada em espaços fechados não deve

ter a lotação superior à 50% da capacidade dos espaços, com a verificação do distanciamento físico e o uso obrigatório de máscaras.

O governo Autoriza assim a prática de desportos coletivos, com possibilidade da presença de público até 50% da lotação dos espaços, com a verificação do distanciamento físico e o uso obrigatório de máscaras.

Mantém-se a proibição da realização das festas populares, e do funcionamento dos fundões e discotecas, por causa do alto risco de contágio que essas atividades encerram.

O Governo lança um apelo à toda a população para que vistam todos o uniforme de agentes de saúde pública, respeitem e façam respeitar as medidas gerais de prevenção, de forma que o País possa manter esse nível de controlo até que se encontre uma vacina eficaz contra esse vírus.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo