São Tomé e Príncipe

STP: Idosos fora do sistema com pensão garantem financiamento

O Governo São-tomense, liderado pelo Primeiro-ministro Jorge Bom Jesus, garantiu o financiamento de mais de tês mil idosos, que não contribuíram para segurança social, esta informação foi avançada esta quarta-feira, pelo Ministro do Trabalho, Família e Segurança Social, Adlander Matos.

Adlander Matos falava num “meeting” político na Cidade de São Tomé, afirmou que “hoje subsidiamos cerca de 3045 idosos que não contribuíram para a segurança social” – esclarecendo depois que “ esses subsídios são atribuídos trimestralmente e a margem do Programa Família que garante subsídios financeiros à 14 mil pessoas”.

Segundo o governante, as pessoas em causa resultam de situações herdadas do processo de descolonização em 1975 e outras de desemprego resultante da dissolução de empresas estatais antes da constituição do Sistema de Segurança Social em 1979, e recebem trimestralmente 480 Dobras, cerca de 28 euros.

E no âmbito do Programa Família a Direcção de Protecção Social, com auxílio do Banco Mundial, subsidia 2570 agregados familiares em situação de extrema pobreza com 600 Dobras bimensal.

Além de auxílio escolar, a Direcção de Protecção Social enquadra-os em iniciativas de primeiro emprego, pequenos negócios e inscrição escolar para filhos de mães carenciadas e/ou situações de extrema pobreza.

O Programa Família visa reduzir o índice da pobreza em agregados familiares e valorizando o capital humano com acesso dos seus filhos as escolas e estimulando acesso ao rendimento de diversas famílias vulneráveis.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo