STP: Jorge Bom Jesus anuncia programa para a juventude

O chefe do Governo de São Tomé e Príncipe, Jorge Bom Jesus, anunciou a criação de programas específicos para juventude no sentido de ajudar à recuperação das consequências negativas da Covid-19.

O anúncio do Primeiro-ministro foi feito através de uma mensagem por ocasião do dia Nacional de Juventude São-tomense que se assinalou no passado dia 5 de Novembro.

Bom Jesus disse que “o governo não está a regatear esforço no sentido de delinear no plano de retoma e recuperação económica e política de programas específicos para a juventude. A pandemia da Covid-19 afetou duramente o programa de bolsas de estudo que se destinavam à juventude nacional”.

O primeiro-ministro explicou no âmbito da educação que a tónica especial do programa específico para a juventude estará virada, essencialmente, para formação profissional, superior, bem como especializações quer a nível interno como externo, através de fundos públicos e com apoio dos parceiros de cooperação.

O chefe do governo falou da política de igualdade de género e de inclusão do empoderamento feminino e do empreendedorismo jovem, e destacou a concessão de crédito e de distribuição de parcelas de terra para autossuficiência alimentar.

“A juventude é sempre a nossa única certeza, a luz do horizonte no fundo do nosso túnel”, disse o primeiro-ministro, tendo sublinhado que “a juventude maioritária não pode contar, somente, nas estatísticas oficiais, deve contar, sim e de facto, nos programas e acções de desenvolvimento sustentado do nosso País.”

Para o chefe do governo “a juventude deve estar determinada e unida numa frente patriótica de interesse comum e colocar São Tomé e Príncipe acima de qualquer interesse minúsculo, partidário de grupo ou pessoal”.

“O que nos une é mil vezes superior do que tudo aquilo que nos separa enquanto filhos da mesma Nação e cidadão de um mundo global” – sustentou Bom Jesus.

Na mensagem, Jorge Bom Jesus falou que “a minha presença aqui testemunha não somente o lugar central que a juventude ocupa nas políticas públicas no âmbito do programa do governo como também permite alertar todos os actores políticos, sociais, culturais, económicos, empresariais e parceiros de desenvolvimento para a necessidade de incluir a juventude nas suas acções, programas e políticas, no sentido de lhe conferir a voz, vez e a oportunidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin