STP: Missão das Nações Unidas está no país para organizar eleições

Uma missão de alto nível das Nações Unidas especializada em processos eleitorais está em São Tomé e Príncipe, a pedida do governo, liderado pelo primeiro-ministro Jorge Bom Jesus.

A missão liderada pelo nigeriano Akinyemi Adegboa, encontrou-se esta terça-feira em separado com o Presidente da Assembleia, Delfim Neves, e o chefe do governo, Jorge Bom Jesus, para o início do processo de avaliação para apoio a organização das eleições presidenciais previstas para este ano.

Em declarações à imprensa, Akinyemi Adegboa, disse que “o governo de São Tomé e Príncipe pediu uma ajuda às Nações Unidas para o processo eleitoral” – e acrescentou ainda que “as nossas práticas exigem que façamos uma missão que chamamos de missão de avaliação, para que possamos aconselhar a nossa hierarquia qual é o tipo de resposta a dar a solicitação feita pelo Estado membro”.

Nesta missão, de uma semana, a delegação irá realizar no País vários encontros, nomeadamente, com partidos políticos, sociedade civil bem como os parceiros externos, com os quais, São Tomé e Príncipe se relaciona e coopera.

Além das Nações Unidas o governo pediu o apoio de vários parceiros de cooperação externa para a organização das eleições em São Tomé e Príncipe, sobretudo, através de fundos financeiros, apoios materiais, formação dos agentes e responsáveis, bem como assistência técnica eleitoral.

As eleições são da responsabilidade da Comissão Nacional Eleitoral, envolvendo, o Tribunal Constitucional, numa conexão ao abrigo da Constituição da República e outras leis eleitorais e são marcadas pelo Presidente da Republica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Presidente da Ucrânia apela a soldados russos para saírem do país

Presidente da Ucrânia apela a soldados russos para saírem do país

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, aos soldados russos para que deponham as armas e…
Revista de Imprensa Lusófona de 28 de fevereiro de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 28 de fevereiro de 2022

A “Agência Brasil” refere que “Brasileiros que saíram de Kiev chegam à Roménia”. Já “O Globo” tem em manchete o…
Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin