São Tomé e Príncipe

STP: Nova Maioria Parlamentar garante a continuidade de Jorge Bom Jesus

A maioria parlamentar que sustenta o XVII Governo Constitucional, liderado pelo primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus vão dar esta sexta-feira o voto de apoio ao governo face a decisão do partido da oposição ADI de introduzir moção censura ao executivo.

O líder parlamentar do MLSTP/PSD, Amaro Couto reagiu esta quarta-feira a esta decisão de moção de censura, dizendo que “em nome da democracia, a oposição ADI fez o seu papel, mas a maioria parlamentar MLSTP e Coligação PCD-MDFM-UDD  fará também o seu, protegendo e dando sustentabilidade ao governo”.

Couto declarou que a sua bancada “tem uma disciplina própria, apoia incondicionalmente a posição do partido, por essa via também sustenta o governo e é por isso que nós temos uma coligação maioritária”.

Danilson Cotú, líder da coligação, PCD-MDFM-UDD, partilha a mesma posição e garantiu a continuidade de apoio ao executivo, tendo sublinhado que a sua bancada vai “permanecer fortemente ao lado do governo”.

O líder da coligação acrescentou ainda que “tudo o que estiver ao nosso alcance nós faremos para demonstrar ao povo de São Tomé e Príncipe que o ADI pretende usar uma estratégia, mas a nossa posição é firme e vamos continuar nessa senda”.

Cotú disse ainda que “para nós, uma coisa é o exercício da democracia que em São Tomé e Príncipe realmente existe e outra coisa são os pontos de vista pessoais do ADI e quero deixar claro que a nossa coligação está junto ao poder, junto ao governo e vamos continuar assim”.

Estas reações da maioria que sustenta o governo surgem depois da decisão do Grupo parlamentar do ADI, ter introduzido na Assembleia Nacional de São Tomé e Príncipe uma moção de censura ao governo alegando má gestão do governo no processo da pandemia da Covid-19 bem como a aprovação de um orçamento retificativo irrealista sem hipótese de aplicação.

O Parlamento São-tomense é composta por 55 deputados sendo 25 do ADI, 23 do MLSTP-PSD, cinco da coligação PCD-MDFM-UDD e dois do Movimento Cauê, e o Governo liderado pelo Jorge Bom Jesus é sustentado no parlamento por 28 deputados num pacto parlamentar, entre a coligação e Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe, MLSTP.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo