STP: “O país precisa de um governo de coligação” diz Delfim Neves

O presidente da Assembleia Nacional São-tomense, Delfim Neves, candidato a deputado pelo Movimento BASTA nas eleições legislativas e autárquicas deste fim de semana, defendeu a formação de um governo inclusivo, caso nenhum partido consiga uma maioria para governar sozinho.

“Se todos entendermos assim, porque não encontrarmos uma plataforma de entendimento para constituir um governo inclusivo, claro, obviamente, se ninguém conseguir a maioria pretendida para governar sozinho”, disse Delfim Neves, depois de exercer o seu direito de voto no Distrito de Lobata.

Delfim Neves sustentou que “o País não precisa apenas de um governo de coligação, o País precisa de um governo inclusivo, com participação de todos que estão descontentes e desconformados com actual situação” do País.

 “Apelar a todos a maior tranquilidade possível e serenidade no exercício desta cidadania, esperando que tudo decorra dentro da normalidade, paz e tranquilidade que caracteriza o povo são-tomense”, precisou Delfim Neves, sublinhando que “vou aguardar o resultado em casa”.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…