STP: Observadores internacionais para as eleições de domingo já estão no país

Os observadores internacionais para as eleições Presidenciais deste domingo em São Tomé e Príncipe já estão no país.

Segundo uma fonte da Comissão Eleitoral, nas eleições deste domingo são esperadas cerca de trinta observadores vindos, da CPLP, União Africana, Centro Carter dos Estados Unidos da América, Portugal e da CEEAC.

Da CEEAC, já se encontram no País 15 membros, oriundos de dez dos onze Estados da sub-região de África Central, chefiados pelo ex-Primeiro-ministro da República do Chade.

Estas eleições vão, igualmente, contar com observadores da União Europeia e do Centro Carter, dos Estados Unidos da América. Recorde-se que, por ocasião do 46º Aniversário da Independência Nacional, as autoridades de Washington saudaram o Presidente são-tomense, e consideraram o país “campeão da democracia” a nível de África Central.

Além de observadores internacionais, a CEN, registou também membros de algumas ONG locais, entre elas, a Mutété.

Estão inscritos 123 mil eleitores para escolherem entre os 19 candidatos inscritos, um novo Chefe de Estado de São Tomé e Príncipe, com a particularidade de Evaristo Carvalho não se ter recandidatado à sua própria sucessão.

A Comissão Eleitoral Nacional prevê a abertura dos locais de votação nas primeiras horas de domingo, sendo que as urnas deverão abrir às 07:00h, com o encerramento programado para às 18:00 horas.

Além de eleitores locais, foram inscritos mais de 14 mil eleitores em onze países da Diáspora com destaque para Portugal, Angola, Gabão, com mais eleitores e, na França, Inglaterra, Holanda, Luxemburgo, Bélgica, Cabo Verde, Guiné-Equatorial e Moçambique.

Ao todo, criaram-se 304 mesas de voto, destas, 286 estarão no país e as restantes na diáspora. Quinze destas mesas estarão em Portugal, incluindo na Embaixada de Portugal em Lisboa, onde, sublinhe-se, reside a maior comunidade emigrante de São Tomé e Príncipe no estrangeiro.

Fernando Maquengo, líder da CEN em mensagem transmitida na tarde de ontem aos eleitores, mostrou-se satisfeito com a forma pacífica como decorreu a Campanha Eleitoral, mas, censurou, inobservância de alguns candidatos pelas medidas sanitárias anti COVID-19 e pediu a cada eleitor para em consciência votar no candidato de sua preferência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

O governo norueguês lançou duas novas áreas para injeção e armazenamento de dióxido de carbono na plataforma continental norueguesa. O…
Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

O diretor nacional para o Registo Eleitoral Oficioso, Fernando Paixão, informou que os partidos políticos terão de assumir as despesas…
Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Cortar 20% do açúcar dos alimentos embalados e 40% das bebidas poderia prevenir 2,48 milhões de eventos de doenças cardiovasculares…
Cabo Verde: Governo preocupado com taxa de vacinação em Santiago Norte

Cabo Verde: Governo preocupado com taxa de vacinação em Santiago Norte

O Governo cabo-verdiano voltou a partilhar a sua preocupação em relação à “baixa taxa de vacinação” contra a Covid-19 no…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin