STP: Partido ADI na oposição pede demissão do Ministro da Defesa Óscar Sousa

O ADI (Partido Ação Democrática Independente), partida na oposição em São Tomé e Príncipe, pediu na passada sexta-feira num comunicado a que a E-global teve acesso, demissão imediata e incondicional do Ministro da Defesa e Ordem Interna, Óscar Sousa.

Numa carta enviada ao Primeiro-ministro Jorge Bom jesus, o ADI diz que a medida tem relaciona-se com o facto de ter tomado conhecimento, que o Ministro da Defesa e Ordem Interna, por sua livre iniciativa e em conluio com alguns oficiais e cidadãos comuns, protagonizou uma intentona golpista no passado sábado, dia 08 de agosto, e tem instigado algumas pessoas bem identificadas, com a finalidade de deter tanto o Presidente da República como o Primeiro-ministro, subvertendo a ordem Constitucional.

No documento lê-se ainda que “assim sendo, o Ministro da Defesa e Ordem Interna, não reúne condições para manter-se num tão importante cargo, pelo que o ADI exige do Primeiro-ministro e Chefe do Governo, a demissão imediata e incondicional do Sr. Óscar Sousa, das funções de Ministerial”.

Segundo o documento do partido ADI, “uma tal atitude, não é admissível e principalmente vinda de um membro do Governo, que tem na sua tutela a garantia da ordem pública, a estabilidade social”.

O principal partido da oposição sublinha ainda que “este ato tem como finalidade única e exclusiva, a de conduzir o país ao caos”, defendendo que “num Estado de Direito Democrático, o poder alcança-se através de votos expressos nas urnas e não pelo uso da força, pondo em causa a segurança do Chefe de Estado em particular e da população em geral”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin