São Tomé e Príncipe

STP: Tribunal decreta prisão preventiva ao deputado que abateu a tiro um cidadão a porta da PJ

O deputado Deolindo da Mata, da bancada do MLSTP, que na segunda-feira, disparou mortalmente contra um cidadão cambista, está em prisão preventiva decretada pelo Tribunal Constitucional.

Esta medida de coação foi pedida pelo Ministério Público e aplicada pelo Juiz após o primeiro interrogatório ao arguido, segundo fontes judiciais.

Deolindo da Mata fica em prisão preventiva sob acusação de crime de homicídio qualificado e outro de tentativa de homicídio, por ter disparado também contra um segundo cambista que teria ido em socorro da vítima mortal.

Da Mata, deputado da bancada do MLSTP-PSD, incorre numa pena de prisão de 20 a 25 anos de acordo com Código Penal são-tomense.

Ainda na terça-feira, a Assembleia Nacional, [Parlamento] e o Governo, através de notas de imprensa, condenaram o acto “criminoso” do deputado, lamentaram o sucedido e endereçaram condolências às famílias enlutadas.

Na tarde do mesmo dia, o corpo da vítima, Carlitos Nólia, foi a enterrar acompanhado de familiares, amigos e dirigentes do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe – Partido Social Democrata (MLSTP-PSD).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo