São Tomé e Príncipe | Timor Leste

Timor-Leste oferece novos equipamentos para o recenseamento eleitoral em São Tomé e Príncipe

O governo de Timor Leste entregou formalmente ao governo são-tomense um conjunto de novos equipamentos para o recenseamento eleitoral, que incluem uma base de dados, 30 kits de recenseamento, além de materiais adicionais, nomeadamente viaturas. Em outubro de 2017, este novo sistema estará operacional para a Comissão Eleitoral Nacional poder realizar um novo recenseamento de raiz, depois de os técnicos são-tomenses serem formados para manipularem os novos meios que são dos mais modernos atualmente existentes.

TIMOR STP CEN 1

Para o presidente da Comissão Eleitoral Nacional, Alberto Pereira, estes meios vêm revolucionar o recenseamento eleitoral, disse, durante a cerimónia da entrega formal dos novos equipamentos, em que explicou o funcionamento do novo sistema.

«Com a introdução de novos eleitores, sempre houve uma grande dificuldade de poder gerir e administrar a base de dados. E essa administração era feita no exterior. Não dependia da CEN nem do próprio governo são-tomense. Por isso, achamos que devíamos pedir apoio a Timor-Leste para facilitar-nos a substituição destes equipamentos de forma a permitir um recenseamento mais transparente e mais seguro», declarou na mesma cerimónia Arlindo Ramos, ministro da Administração Interna.

Para o vice-ministro da Administração Estatal de Timor, “não se trata de uma oferta, mas antes de uma manifestação de amizade”.

 

O investimento total ronda os 700 mil dólares americanos, dos quais 50 mil são em numerário para apoiar o processo a ser conduzido pela Comissão Eleitoral Nacional, mais de 400 mil diz respeito aos equipamentos e o restante permitiu financiar a estadia dos técnicos que estiveram em SãoTomé cerca de dois meses.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo