Alemanha entrega barco Berlim-Ramelau a Timor-Leste

O Governo da Alemanha entregou oficialmente o barco Berlim-Ramelau ao Ministério dos Transportes e Comunicações de Timor-Leste esta segunda-feira, 20 de dezembro.

Segundo o primeiro-ministro timorense, Taur Matan Ruak, o barco é necessário para toda a população. “O barco Berlim-Ramelau é um grande presente para toda a população, sobretudo os habitantes de Ataúro e Oé-Cusse”, declarou, citado pela “Tatoli”.

O governante elogiou o esforço do ministro dos Transportes e Comunicações, José Agustinho, para assegurar a conectividade marítima entre o enclave de Oé-Cusse, Ataúro e Díli. Foi igualmente enaltecida a cooperação da Agência Alemã de Cooperação Internacional.

“Este barco está ligado à cidade de Berlim e à montanha do Ramelau. Este é o monte mais alto do nosso país. Por isso, temos de cuidar [da embarcação] para garantirmos a conectividade e servirmos a população de Oé-Cusse e Ataúro”, acrescentou.

Por sua vez, o representante do Governo alemão, Rainer Schellaas, disse que “Timor-Leste coopera já há muitos anos com a Alemanha em vários setores e, por isso, o Berlim-Ramelau não é apenas um sinal de cooperação entre os dois países, mas uma amizade global”.

“Elogiei todos os que fazem parte deste processo. Há muitos cidadãos que pretendem viajar no fim do ano para os locais de origem com a família e, por isso, poderão fazê-lo no Berlim-Ramelau”, finalizou.

Os governos de ambos os países co-financiaram a embarcação, que foi construída na China pela empresa armadora holandesa Damen Shipyards. O Governo timorense contribuiu com 7,1 milhões de euros e a Alemanha com 7,8 milhões de euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin