Corpo da Paz dos EUA auxiliou cerca de oito mil timorenses

O Coordenador do Corpo da Paz dos Estados Unidos da América (EUA) em Timor-Leste, Célio Alves, divulgou que cerca de oito mil timorenses beneficiaram, até ao momento, de projetos relacionados com a educação e o desenvolvimento económico comunitário no país. 

“Desde 2002, mais de 200 voluntários do Corpo da Paz dos EUA têm trabalhado em nove municípios de Timor-Leste, servindo já cerca de oito mil pessoas, sendo que 2.700 são mulheres”, declarou Célio Alves, citado pelo site timorense “Tatoli”. 

A mesma fonte lembrou que o Corpo da Paz é uma agência autónoma dos EUA, criada em 1961 com a missão de auxiliar os países em desenvolvimento. A ajuda é feita através da prestação de serviços essenciais e da promoção de laços de amizade entre “os povos americanos e de outras culturas”

Por sua vez, a Diretora do Corpo da Paz, Kavita Pullapully, defendeu que, desde 2002, os voluntários da agência têm causado um impacto significativo e extraordinário na comunidade timorense, sobretudo na educação e na economia comunitária. 

“Os nossos voluntários em Timor-Leste trabalham junto da comunidade, através de projetos ligados à educação e desenvolvimento económico comunitário com base nas necessidades do Governo timorense, pois a nossa missão é promover a paz e amizade”, realçou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin