Timor Leste

Cuba quer aumentar cooperação na saúde com Timor-Leste

O Chefe de Estado timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, recebeu em audiência o embaixador de Cuba para Timor-Leste, Oscar Genaro Coet Blackstock. No final do encontro, Blackstock descreveu o mesmo como “bastante positivo”.

“Revimos a política bilateral entre Timor-Leste e Cuba. Foi com grande honra que expressei a minha satisfação pelo facto de Cuba já ter formado mil médicos timorenses no âmbito do compromisso assumido entre o saudoso Fidel Castro e líderes timorenses em Kuala Lumpur, Malásia, em 2003”, declarou à imprensa na segunda-feira, 28 de outubro.

Segundo o diplomata, o Presidente da República elogiou as relações entre os dois países e disse aguardar com interesse o aumento da cooperação.

Blackstock realçou o impacto positivo deste projeto na saúde pública, uma vez que o mesmo contribuiu para a erradicação da malária no país asiático, tendo garantido que “Cuba está disponível para alargar a cooperação com Timor-Leste”.

Existem, atualmente, dois grupos de timorenses em formação em Cuba, sendo o primeiro constituído por 11 médicos, que se preparam para lecionar na Faculdade de Medicina da Universidade Nacional Timor Lorosa’e, e o segundo por médicos que estão a tirar a especialidade.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo