Portugal | Timor Leste

Portugal é terceiro maior parceiro de Timor-Leste em 2021

Portugal é o terceiro maior parceiro de desenvolvimento de Timor-Leste em 2021, atrás da Austrália e da União Europeia (UE). A informação é avançada na proposta de lei do Orçamento Geral do Estado (OGE) para o próximo ano. 

Os livros orçamentais que acompanham a proposta de lei do OGE, que irá ser brevemente analisada no Parlamento, indicam então que o desembolso total dos parceiros de desenvolvimento para Timor-Leste em 2021 ronda os 164 milhões de dólares (139,6 milhões de euros). Dessa quantia fazem parte cerca de 9,1 milhões de dólares de apoio orçamental (AO) direto por parte da UE. 

Excluindo esse AO, o total do apoio externo ao país governado por Francisco Guterres Lu-Olo é o valor anual mais baixo de sempre e reflete assim uma queda de quase 16% comparativamente a 2020. 

A queda deve-se em parte ao valor mais elevado de apoio internacional dado a Timor-Leste este ano, tratando-se do maior valor desde 2016. Tal aconteceu especialmente devido às despesas adicionais com a resposta à pandemia da Covid-19. 

O apoio português ao país asiático vai rondar em 2021 os 18,2 milhões de dólares (15,5 milhões de euros) ou 11%, valor ultrapassado pelo apoio australiano, que ascende a 54,2 milhões de dólares ou 46 milhões de euros (33% do total), e pelo apoio da UE que ascende a 21,7 milhões de dólares ou 23,1 milhões de euros (incluindo apoio orçamental direto) ou cerca de 13%. 

Seguem-se as Nações Unidas, com um apoio de cerca de 12,9 milhões de dólares ou 11 milhões de euros (7,9%) e os Estados Unidos da América, com um apoio previsto de 11,1 milhões de dólares ou 9,45 milhões de euros (6,8%).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo