Timor-Leste: 1.830 acidentes e 78 mortos nas estradas em 2017

O mau estado das estradas timorenses causaram, no ano passado, 78 mortes e 1.830 acidentes de viação, dos quais resultaram 409 feridos graves e 1.745 ligeiros. Estas informações encontram-se registadas no relatório da criminalidade do país, que foi divulgado hoje, 12 de outubro, pela Direção Geral de Estatísticas.

É no município de Covalima que se encontram as estradas mais perigosas de Timor-Leste. Nelas ocorreram 1.116 dos 1.830 acidentes mencionados, tendo morrido 31 pessoas e 1.057 ficado feridas (133 com gravidade).

O segundo município onde foram registados mais desastres é Baucau, seguido de Lautem. No entanto, Liquiçá está em segundo lugar a nível de mortes, pois foi nessa cidade que dez pessoas perderam a vida nas estradas de Timor.

O relatório da criminalidade da Direção Geral de Estatísticas informa ainda que a causa da morte de 29 pessoas se encontra relacionada com a sequência de acidentes de viação e 20 em acidentes com bicicletas ou peões ou bicicletas.

A motorizada foi o meio de transporte que esteve envolvido na maior parte dos desastres rodoviários, tendo sido mais de mil os acidentes ligados a esta viatura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou nesta sexta-feira, 11 de março, que as escolas portuguesas estão preparadas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin