Timor: crimes no país aumentaram 13% em 2017

O número total de crimes praticados em Timor-Leste em 2017 cresceu 13% face ao ano anterior, de acordo com o relatório oficial que foi divulgado esta quinta-feira, 11 de outubro pela Direção Geral de Estatísticas timorense. Os principais delitos encontram-se relacionados com maus tratos ao cônjuge, ofensas à integridade, ameaças e danos simples.

Segundo as estatísticas, no ano passado foram registados em todo o país 4.504 “incidentes criminais”, o que equivale a cerca de 12 por dia. Estas situações ocorreram maioritariamente em Díli, a capital do país, onde sucederam 1.980 casos, o que corresponde a 44% do total de crimes praticados em Timor.

A Região Administrativa Especial de Oecusse-Ambeno (RAEOA) foi o segundo local onde ocorreram mais casos. Nela foram levados a cabo 434 delitos, o que, traduzido em percentagem, equivale a 9,6%.

Em 2016 chegaram a ser oficialmente registados 4.002 casos, um número maior do que o de 2015, que apontava para 3.200 casos, de acordo com o documento da Direção Geral de Estatísticas timorense. A criminalidade existente no país tem vindo assim a aumentar de ano para ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou nesta sexta-feira, 11 de março, que as escolas portuguesas estão preparadas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin