Timor-Leste acaba com Programa Cesta Básica

O Ministério Coordenador dos Assuntos Económicos e os ministérios implementadores encerraram oficialmente nesta quinta-feira, 30 de dezembro, a distribuição da Cesta Básica, de acordo com a “Tatoli”.

“Reunimos hoje para encerrarmos oficialmente o Programa Cesta Básica. Atribuímos cabazes a mais de 1,5 milhões de beneficiários em todo o território”, disse o ministro coordenador dos Assuntos Económicos, Joaquim Amaral, numa conferência de imprensa.

Recorde-se que o Programa Cesta Básica começou a 28 de outubro de 2020 no Posto Administrativo de Metinaro, em Díli.

“Importa agora concluir o processo, pois já atingimos os 98% no que diz respeito à distribuição da Cesta Básica. Um novo programa avançará no próximo ano de forma a chegar àqueles que ainda não puderam receber. Para os reclamantes [de 2021] que ainda não receberam, perderam já os seus direitos. De acordo com a lei, há um período para a reclamação”, afirmou.

Segundo o ministro do Turismo, Comércio e Indústria, José do Carmo da Silva, o “MTCI [Ministério do Turismo, Comércio e Indústria] atribuiu ao todo 614.198 cabazes, o equivalente a 93%”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin