Timor-Leste: Aprovadas regras de execução do OGE de 2022

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou o projeto do Governo sobre o estabelecimento das regras de execução do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2022. O plano foi apresentado pelo ministro das Finanças, Rui Augusto Gomes.

“O projeto visa garantir a efetividade e rigorosidade do controlo do orçamento, simplificando os procedimentos de execução orçamental”, declarou o governante depois da reunião.

Augusto Gomes mencionou que a iniciativa em questão vai dar continuidade às mudanças já implementadas nos últimos anos. O objetivo consiste em ajudar na execução do OGE pelos órgãos e serviços do setor público administrativo.

Trata-se de um decreto que não será enviado ao chefe de Estado timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, uma vez que o decreto do OGE foi promulgado por Lu-Olo e este é apenas da competência do Governo.

“Executamos agora o orçamento em causa. O Governo tem de aprovar o estabelecimento das regras de execução do OGE de 2022”, finalizou o ministro das Finanças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin