Timor-Leste: Aprovado Regime Jurídico da Arbitragem Voluntária

O Parlamento timorense discutiu e aprovou nesta terça-feira, 26 de janeiro, na generalidade, a Proposta de Lei referente ao Regime Jurídico da Arbitragem Voluntária. O documento obteve 57 votos a favor, nenhum voto contra e duas abstenções.

No debate participaram o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidelis Magalhães, e o ministro da Justiça, Manuel Cárceres da Costa.

No âmbito da aprovação do Regime Jurídico da Arbitragem Voluntária foi igualmente aprovada a autorização legislativa para proceder a uma alteração ao Código de Processo Civil. Assim, obteve-se a considerada necessária harmonização com o novo regime jurídico.

Magalhães acredita que a criação do “regime jurídico de arbitragem voluntária irá não só melhorar o processo de resolução de disputas nacional, como também contribuir para a melhoria do ambiente de negócios, para a competitividade e para a segurança jurídica, para a nossa atividade comercial e para o aumento de investimentos e de negócios no nosso país”.

A Proposta de Lei pretende ainda resolver as lacunas existentes e completar o ordenamento jurídico nacional, acrescentou. Trata-se de resolver uma “lacuna existente no ordenamento jurídico nacional, relacionada com a arbitragem voluntária”, na medida em que “além da previsão jurídico-constitucional da existência de tribunais arbitrais”, o Código de Processo Civil também “pressupõe a criação do regime jurídico de arbitragem”

Outro dos objetivos é “completar o sistema de resolução de litígios nacional, que deve ser um sistema diversificado e que não esgote o aparelho organizacional dos tribunais do Estado”. A iniciativa permite então “uma alternativa aos tribunais” para a resolução de conflitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: Sofala regista um crescimento económico de cerca de 4,4% até ao 3º trimestre de 2021

Moçambique: Sofala regista um crescimento económico de cerca de 4,4% até ao 3º trimestre de 2021

O Governador de Província de Sofala, Lourenço Ferreira Bulha, durante a prestação de conta a membros da Assembleia Provincial, na…
Angola: MPLA incentiva diáspora no Canadá a votar

Angola: MPLA incentiva diáspora no Canadá a votar

O novo secretário do MPLA no Canadá, Victor Bernardo, incentivou durante uma reunião via Zoom os militantes do partido naquele país a…
Consumo de café e chá reduz o risco de AVC e demência

Consumo de café e chá reduz o risco de AVC e demência

Num grande estudo, publicado na revista PLoS Medicine, uma equipa de investigadores da Tianjin Medical University e da Yale University…
Moçambique: Frelimo aconselhada a não guiar-se pelas vitórias passadas

Moçambique: Frelimo aconselhada a não guiar-se pelas vitórias passadas

O primeiro secretário do Comité Provincial da Frelimo na província de Maputo, Avelino Muchine, aconselhou os membros do partido no poder em…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin