Timor Leste

Timor-Leste: Autoridades buscam 36 desaparecidos nas cheias

As autoridades timorenses continuam com as buscas para encontrar 36 pessoas dadas como desaparecidas desde as cheias de domingo, 04 de abril, em Timor-Leste. Este desastre natural causou, pelo menos, 34 mortos e milhares de afetados, inclusive portugueses emigrados no país. 

O primeiro-ministro, Taur Matan Ruak, apelou à população união e coragem, tendo salientado que não é altura para tentativas de aproveitamentos políticos. 

Segundo uma fonte da Proteção Civil, existem 20 pessoas desaparecidas em Díli, dez em Ainaro, cinco em Manatuto e uma em AileuMembros da Unidade de Polícia Marítima e das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) vão também apoiar as operações. 

O número de deslocados continua a subir em várias zonas do país, destacando-se em Díli a população de Tasi Tolu, cujo número de deslocados tem vindo a aumentar nas montanhas que rodeiam as lagoas, que dão nome à zona. 

Estima-se que o número de deslocados, só em Díli, ultrapasse já os dez mil. Estes estão em vários locais de acolhimento temporário, onde continuam a ser fornecidos apoios alimentares e outros de emergência.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo