Timor Leste

Timor-Leste: Centenas de pedidos de vistos de negócio sem resposta

Foram feitas cerca de duas centenas de pedidos de visto de negócio às autoridades timorenses que continuam sem resposta, alguns há já um ano. Tal deve-se a diferentes interpretações da lei, o que tem atrasado processos.

A situação ocorre também com pedidos que foram referidos diretamente ao primeiro-ministro e ministro do Interior de Timor-Leste, Taur Matan Ruak.

Segundo um responsável de uma empresa de consultoria que oferece este tipo de serviços no país, estes casos têm sérias implicações na vida pessoal e laboral das pessoas, uma vez que afeta tudo, até mesmo a operação de contas bancárias.

O motivo deve-se ao facto de haver diferentes interpretações dentro do Serviço de Imigração e do Ministério do Interior sobre a forma como os vistos devem ser processados. Isto deve-se à aplicação da Lei de Imigração e Asilo, um diploma em vigor desde 2017, mas que as autoridades de imigração apenas começaram a implementar em 2020, devido à alegada falta de capacidade dos serviços para aplicá-la na totalidade.

Desde que esta lei entrou em vigor não foram atribuídos vistos de negócios no país.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo