Especial COVID-19 | Timor Leste

Timor-Leste: Cidadãos ilegais passam a pagar coimas

O Governo de Timor-Leste vai aplicar coimas entre os 30 e os 250 dólares norte-americanos (25 a 212 euros) aos cidadãos que entrarem ilegalmente nas fronteiras. Os visados terão ainda que suportar os custos do confinamento obrigatório. 

“O Governo timorense aplicará coimas entre os 30 e os 250 dólares americanos às pessoas que entrarem ilegalmente em Timor-Leste e não cumprirem as regras do estado de emergência. Têm também de pagar do seu bolso a quarentena”, declarou o Presidente da República, Francisco Guterres Lu-Olo. 

A informação foi avançada no Palácio Presidencial, onde o governante falou ainda sobre a situação da Indonésia. 

“No nosso país vizinho, a Indonésia, estão registados mais de 300 mil casos e de 11 mil mortes. Na província de Nusa Tengarra Timur (NTT), estão confirmados mais de 450 casos e já morreram seis pessoas”, partilhou também. 

O chefe de Estado apelou então à população que resida nas fronteiras terrestres e na costa que auxilie a Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) no combate às entradas ilegais. Só assim o país poderá continuar a estar livre de casos de Covid-19, uma vez que não há, atualmente, qualquer cidadão infetado e que estão curados os 28 contabilizados desde março.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo