Timor-Leste: CNRT quer que Governo coopere com Xanana

O Vice-Presidente da Comissão Política Nacional (CPN) do Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT), Virgílio Smith, pediu ao Governo que cooperasse com o acto de humanismo de Xanana Gusmão no centro de isolamento de Vera Cruz.

A conferência de imprensa dada pelo partido visou apoiar o seu dirigente, que, referiu, defende o direito do povo e corrige irregularidades no tratamento das vítimas de Covid-19.

Também de acordo com Smith, o CNRT quer conciliar as regras da Organização Mundial da Saúde (OMS) com a cultura timorense. “O partido do CNRT apelou ao Governo que cooperasse com a ação de Kay Rala Xanana Gusmão no sentido de resolver o problema e dignificar a cultura de Timor-Leste”, partilhou.

A formação política deixou igualmente um apelo ao povo, tendo pedido para que este respeitasse sempre as regras e o protocolo da Covid-19 da OMS. No entanto, frisou, “cada um tem direito a seguir a sua cultura”.

“O objetivo do líder nacional é corrigir o protocolo em relação à Covid-19 em Timor-Leste, considerando-o inconsistente e discriminatório, nomeadamente em relação ao processo fúnebre que não segue a cultura, valores religiosos e tradições de Timor-Leste”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin