Timor-Leste: Detidas 18 pessoas por entrarem ilegalmente no país

O Comandante-Geral da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL), Faustino da Costa, declarou nesta quinta-feira, 04 de fevereiro, que a instituição prendeu 18 pessoas em janeiro devido à entrada ilegal na zona fronteiriça entre Motain e Batugadé.

A informação foi avançada depois do encontro com o Presidente da República, Francisco Guterres Lu-Olo, no Palácio Presidencial, em Díli.

Quando questionado pelos jornalistas acerca do aumento do número de entradas ilegais na fronteira terrestre, afirmou que, ao abrigo da Lei de Migração e Asilo, vão ser aplicadas coimas entre os 30 e os 250 dólares norte-americanos (entre os 25 e os 208 euros) para os incumpridores do Estado de Emergência. Estes terão ainda de pagar os custos relacionados com o confinamento obrigatório.

“Cabe ao Serviço de Migração fazer cumprir a lei, detendo todas as pessoas que insistem em entrar ilegalmente no país e obrigando-as a pagarem a respetiva coima. O valor da coima varia consoante a gravidade da situação”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin