Timor-Leste e UE lançam “Serviço Inovador de Investigação Científica”

Timor-Leste e a União Europeia (UE) lançaram nesta quarta-feira, 13 de outubro, o “Serviço Inovador de Investigação Científica”. O evento decorreu através de uma cerimónia virtual. 

A atividade foi lançada pelo chefe da Delegação da UE em Timor-Leste, Andrew Jacobs, em conjunto com os representantes do Ministério do Ensino Superior, Ciência e Cultura e do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, além do Presidente Executivo do Instituto de Ciências e Tecnologia, do Secretariado da Organização dos Estados de África, Caraíbas e Pacífico e ainda dos Peritos do Serviço de Facilidade de Apoio à Política. 

Segundo Jacobs, a UE e o Governo timorense estão a analisar a digitalização e as tecnologias de dados a serem racionadas em todas as ações. O foco encontra-se principalmente na redução do fosso digital de género. 

“Colocar a tecnologia ao serviço das pessoas é uma necessidade urgente em Timor-Leste, onde os sistemas do Governo eletrónico ainda não estão devidamente implementados, tornando as instituições públicas largamente ineficientes, exigentes em termos de recursos e lentas em fornecer serviços à população”, disse o representante da Delegação da UE através de um comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin