Timor-Leste: Ex-padre candidato à Presidência focado na educação

O ex-padre Martinho Gusmão, que foi ‘dispensado’ pelo Vaticano para poder candidatar-se às eleições presidenciais em Timor-Leste, partilhou que tem como prioridade realizar “uma revolução na educação”. A afirmação foi feita em entrevista à “Lusa”. 

Segundo o candidato, os timorenses estão mentalmente colonizados por si próprios. “Conseguimos deitar fora o colonialismo, mas somos mentalmente colonizados por nós próprios. Temos de começar a falar na nossa própria linguagem. Ainda não conseguimos construir a nossa própria linguagem de ser timorenses ou ‘timores’. A nossa identidade ainda não foi forjada”, observou. 

Martinho Gusmão referiu que a sua candidatura é resultado de um percurso natural, que começou na infância e consolidou-se na altura em que se tornou padre. Tinha muitos escritos, várias intervenções públicas acerca da situação do país, mas “não interessavam a ninguém”

“E depois via que a minha análise era dita e feita. Mas não basta teoria, é preciso coragem de atos”, defendeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Líder do PT é primeira candidata a registar-se nas presidenciais

Timor-Leste: Líder do PT é primeira candidata a registar-se nas presidenciais

A presidente timorense do Partido Trabalhista (PT), Ângela Freitas, foi a primeira a formalizar a sua candidatura às eleições presidenciais,…
Guiné Equatorial: Governo aprova listas de 4 mil empregos públicos

Guiné Equatorial: Governo aprova listas de 4 mil empregos públicos

O Governo equato-guineense aprovou a publicação das listas dos quatro mil empregos públicos oferecidos à população. As listas foram divulgadas…
Revista de Imprensa Lusófona de 26 de janeiro de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 26 de janeiro de 2022

Em Portugal o “Observador” escreve que “João Ferreira voltou com a missão de atacar PSD (e Chega). António Filipe chama…
Brasil regista maior taxa de transmissão de covid-19 desde julho de 2020

Brasil regista maior taxa de transmissão de covid-19 desde julho de 2020

A taxa de transmissão (Rt) da covid-19 no Brasil está em 1,78, de acordo com informações do Imperial College, de…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin