Timor-Leste: FMI prevê abrandamento do crescimento para 1,5%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou que o crescimento económico em Timor-Leste deverá abrandar para 1,5% em 2023.

A informação foi avançada em comunicado nesta quinta-feira, 30 de novembro.

No mesmo documento é também referido que o país poderá recuperar o crescimento para 3,5% em 2024, através das despesas públicas.

“Prevê-se que o crescimento desacelere para 1,5% em 2023 devido ao impacto fiscal provocado pelas dificuldades na execução orçamental” por causa das eleições legislativas, lê-se no documento, citado pela “Lusa”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola presente em reunião de ministros do G20

Angola presente em reunião de ministros do G20

O ministro de Estado para a Coordenação Económica de Angola, José de Lima Massano, vai chefiar a delegação angolana que…
Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

A Vice-Presidente da República de Angola, Esperança da Costa, recebeu em audiência a líder da Assembleia Parlamentar da Organização dos…
Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

O antigo Primeiro-ministro e conselheiro especial do Presidente da República, Nuno Gomes Nabiam demitiu-se das funções alegando a “falta de…
Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

O Ministério do Interior da Guiné-Bissau informou esta segunda-feira, 19 de Setembro, ter detido 41 indivíduos de nacionalidade camaronesa, assim…