Timor-Leste: Governo decreta luto nacional por morte de Jorge Sampaio

O Governo timorense decretou nesta segunda-feira, 13 de setembro, três dias de luto pelo falecimento do ex-Presidente português Jorge Sampaio. O decreto será cumprido em todo o território nacional.

“O Conselho de Ministros deliberou decretar o luto nacional, pelo falecimento do antigo Presidente da República Portuguesa, Jorge Sampaio, em todo o território nacional, pelo período de três dias, até às 07h59 do dia 16 de setembro”, declarou o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidelis Magalhães.

Recorde-se que Jorge Sampaio morreu na passada sexta-feira, dia 10, aos 81 anos, após ter sentido dificuldades respiratórias. O também advogado foi chefe de Estado de Portugal entre 1996 e 2006.

De acordo com Fidelis Magalhães, durante o período de luto nacional a bandeira timorense ficará a meio-mastro em todo o país, nos lugares de uso obrigatório, incluindo nas missões diplomáticas.

Jorge Sampaio foi uma personalidade de relevância na defesa do povo e dos valores constitucionais timorenses. O primeiro-ministro de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, apresentou as suas condolências em nome do Governo do país que representa.

Ruak lembrou que o malogrado “entrou para a história como o Presidente que muito contribuiu para a Restauração da Independência Nacional, da qual foi testemunha como convidado de honra na cerimónia que se realizou no dia 20 de maio de 2002”.

Em 2016, Jorge Sampaio recebeu o maior galardão do Estado timorense, que se trata do Grande Colar da Ordem de Timor-Leste, entregue pelo atual primeiro-ministro, que na altura era Presidente da República.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin