Timor-Leste: Governo diz-se solidário com povo ucraniano

O primeiro-ministro timorense, Taur Matan Ruak, manifestou a solidariedade do seu Governo para com o povo ucraniano, que continua a enfrentar as invasões russas, iniciadas na semana passada. 

“A invasão da Rússia ao território ucraniano é inaceitável. Em nome do povo timorense, gostaria de manifestar a nossa solidariedade aos ucranianos que atualmente defendem a sua terra, o seu direito e a sua independência contra a invasão russa”, afirmou. 

A declaração foi feita nesta quinta-feira, 03 de março, no seminário nacional sobre o tema “A importância do dia nacional dos veteranos para o desenvolvimento”. 

Ruak lembrou que Timor-Leste sofreu, durante 24 anos, os piores impactos da invasão estrangeira. Como tal, realçou, o país é totalmente contra qualquer tipo de invasão: “Dado o passado da ocupação indonésia, Timor-Leste reconhece que a guerra não traz benefícios a ninguém. A independência da Ucrânia deve ser respeitada”

Neste âmbito, apelou aos líderes mundiais para que encontrassem uma solução diplomática que pusesse fim ao conflito entre a Ucrânia e a Rússia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 03 de março de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 03 de março de 2022

O “Jornal de Angola” noticia “Angolanos que fogem da Ucrânia podem chegar a Luanda este mês”. Segundo a “Angop”, os…
Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin