Timor Leste

Timor-Leste: Governo garante bens essenciais para vários meses durante combate ao Covid-19

O ministro interino coordenador dos Assuntos Económicos de Timor-Leste, Fidelis Magalhães, assegurou que o país tem ‘stock’ suficiente de bens essenciais, como arroz e trigo, para os próximos quatro a cinco meses.

Além de ter dado também a garantia da importação de produtos sem interrupção para o território timorense devido ao coronavírus (Covid-19), apelou à população para que mantenha a calma e evite açambarcar produtos. O Governo irá tomar ainda sérias medidas para quem tentar explorar a situação através do aumento dos preços.

Segundo explicou, mesmo que o Presidente da República, Francisco Guterres Lu-Olo, declare estado de emergência, isso não afetará a alimentação ou produtos como medicamentos.

Neste âmbito, o Governo irá impor um novo protocolo no porto e outros pontos de entrada para limitar ao máximo o contacto físico com os trabalhadores dos navios e de transportes, esclareceu. O Ministério da Saúde vai implementar medidas adicionais de controlo de saúde no porto e noutros locais, acrescentou.

O Covid-19 já infetou mais de 170 mil pessoas a nível mundial, tendo causado, até ao momento, cerca de 6.850. Das pessoas infetadas, mais de 75 mil recuperaram do surto, que teve início na China.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo