Pixabay License Grátis para uso comercial Atribuição não requerida

Timor-Leste: Governo mantém cercas sanitárias

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou os projetos de Resolução do Governo relacionados com as cercas sanitárias nos municípios de Baucau, Bobonaro, Covalima, Díli e Viqueque, além do confinamento obrigatório na capital do país. 

As aprovações foram feitas depois da apresentação dos coordenadores do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC) sobre o balanço da situação da pandemia da Covid-19 no país. 

Segundo o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidelis Magalhães, o Governo mantém a imposição de cercas sanitárias em Baucau, Covalima e Díli até às 23:59 de 01 de junho. Já em Bobonaro e Viqueque coloca cercas sanitárias entre as 00:00 de 27 de maio e as 23:59 de 01 de junho. 

O governante disse também que o Governo mantém a imposição do confinamento obrigatório no município de Díli até às 23:59 de 01 de junho. Existe nesta zona a imposição do confinamento domiciliário geral de todas as pessoas que residam ou que nela se encontrem, havendo apenas exceção para motivos de saúde, de trabalho e acesso a bens e serviços de primeira necessidade. 

Fica proibida a circulação de pessoas entre os municípios de Baucau, Bobonaro, Covalima, Díli e Viqueque e as restantes circunscrições administrativas, salvo em casos devidamente justificados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin