Timor-Leste: Governo nomeou dois membros para a CNE

O Governo timorense nomeou Carlito Martins para membro efetivo e Elvino Bonaparte para membro suplente da Comissão Nacional de Eleições (CNE). A proposta de nomeação destes dois membros foi apresentada pelo ministro da Administração Estatal, Miguel Pereira de Carvalho. 

Também o Presidente da República, Francisco Lu-Olo, nomeou recentemente Olávio Monteiro de Almeida como membro efetivo e Detaviana Guterres Freitas como membro suplente da CNE. 

“Os membros nomeados para a Comissão Nacional de Eleições assumem um mandato de cinco anos, com apenas uma renovação, mantendo funções até outros tomarem posse”, lê-se no comunicado divulgado. 

É igualmente lembrado no documento que a CNE supervisiona os actos eleitorais dos órgãos de soberania e representativos do poder local. 

O mandato dos membros atuais da CNE termina já no próximo mês, a 16 de agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin