Timor-Leste: Governo promete suplemento remuneratório para linha da frente contra Covid-19

O Governo timorense prometeu que vai atribuir o suplemento remuneratório aos profissionais da linha da frente que trabalham nos serviços de prevenção ou controlo da Covid-19, ou então que se encontram em condições de exposição direta ao coronavírus.

“O ministro da Presidência do Conselho de Ministros tem o dever de estabelecer a coordenação geral do serviço do Governo para ajudar o primeiro-ministro, entre outros, e de esforçar-se para implementar as decisões aprovadas no Conselho de Ministros”, disse o ministro da Presidência do Conselho de Ministros de Timor-Leste, Fidelis Magalhães.

As declarações foram feitas nesta quarta-feira, 21 de julho, à margem da reunião do Governo em Díli, capital do país. O governante acrescentou que pediu a todos os ministérios relevantes que informassem sobre esta questão.

“Recorreremos aos decretos-lei anteriores ou avançaremos com algumas iniciativas, que precisam de ser claras e rápidas, para que possamos avançar. Não impedimos os direitos dos nossos próprios funcionários, que já são muito empenhados nas suas funções, arriscam a vida em nome do interesse público, sobretudo da saúde pública”, esclareceu.

Recorde-se que o Governo aprovou a 02 de junho o projeto de Decreto-Lei para a criação de um suplemento remuneratório para os trabalhadores da administração pública que prestem atividade profissional nos serviços de prevenção da Covid-19. No entanto, o Presidente da República, Francisco Guterres Lu-Olo, vetou esse projeto e pediu ao Executivo que usasse o decreto-lei anterior para o pagamento às pessoas da linha da frente contra a Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin