Timor-Leste: Governo transporta apoio humanitário a 391 famílias

O Governo timorense transportou, por via aérea, apoio humanitário à população afetada pelas cheias, a 04 de abril, do Posto Administrativo de Laclubar, no município de Manatuto. 

A equipa conjunta de transporte de apoio humanitário envolveu o Gabinete do primeiro-ministro, os ministérios da Solidariedade Social e Inclusão, da Defesa, do Interior e a Polícia Nacional de Timor-Leste, segundo o comunicado divulgado. 

O estabelecimento desta equipa visa organizar as operações de voo do helicóptero fretado durante um mês, para distribuição de apoio de emergência às vítimas das cheias. 

De acordo com o Chefe de Gabinete do Ministério do Interior, Francisco Maia, o apoio humanitário vem do Governo e também de agências internacionais e de empresas do setor privado no país. “Hoje, o Governo transportou apoio de emergência como arroz, mantas, lonas, entre outros”, disse. 

Por sua vez, o Diretor Nacional de Gestão de Risco de Desastres, Agostinho Cosme Belo, afirmou que o apoio humanitário vai ser distribuído pelas 391 famílias afetadas nos seis sucos do Posto Administrativo e Laclubar. 

“Segundo os dados, a Direção Nacional de Gestão de Risco de Desastres registou 391 agregados familiares, 111 no suco Orlalan, 126 do suco Batara, 95 do suco Funar, 36 do suco Fatumakerek, 22 do suco Manelima e um do suco Sananain, partilhou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin